Software As A Service – O que é? Para que serve?

Software as a service (SAAS) é um conceito existente há alguns anos, mas só recentemente começou a ser denominado desta forma. A proliferação da banda larga enriqueceu os websites e com ela surgiram as aplicações web. O conceito de SAAS trata-se da disponibilização de aplicações web que até então eram utilizadas em ambiente desktop.

O primeiro grande exemplo de SAAS está presente nos serviços de email. O Hotmail ou o GMail não são mais que versões web do que existe no Microsoft Outlook. Actualmente começam a surgir cada vez mais serviços que seguem esta filosofia e que se afirmam como soluções válidas na gestão das empresas. Quando necessitar de utilizar software faça alguma pesquisa e conheça as várias alternativas disponíveis no mercado.

SAAS

SAAS ou software desktop?

 Para tomar uma decisão sobre escolher SAAS ou software desktop analise as suas necessidades. Qual o tipo de utilização que fará? Quais os custos inerentes à aquisição e posterior licenciamento? Quais as funcionalidades necessárias? Qual o tempo de instalação de uma aplicação desktop? Todas estas questões vão ajudá-lo a tomar uma posição. Tipicamente os SAAS são serviços cujo modelo de negócio se baseiam num sistema de mensalidade, cujos níveis mais elevados para além de terem um valor superior disponibilizam mais funcionalidades.

Podemos tomar como exemplo um software de facturação. Existem vários SAAS neste domínio. Praticamente todos eles permitem uma utilização gratuita por um período de tempo. Este tempo grátis vai permitir aferir se de facto vale a pena subscrever o serviço. O software de facturação tem que ser certificado pela DGCI e a maioria é. As funcionalidades base incluem a gestão de uma base de dados declientes e a gestão das respectivas facturas que podem ser personalizadas com a sua marca. Estas funções base são na maior parte das vezes as necessárias e têm um custo baixo. A par desta gestão alguns deles permitem ainda a visualização de dados estatísticos sob a forma de gráficos. No ambiente desktop existem alternativas. Mas a decisão de avançar para uma escolha deste ambiente deve ter em conta a redundância dos dados. Se a máquina onde a aplicação está instalada se danificar e não tiver feito backup dos dados eles serão perdidos.

Outra questão a ter em conta é a actualização da aplicação. Com a entrada em vigor de nova legislação as actualizações são pagas? De que forma são instaladas? Os fornecedores de SAAS dispõem de um cluster de servidores para dar suporte às aplicações. Se alguma se danificar a redundância de dados garante que os mesmos não se perdem.

Onde necessito de consultar os dados?

É alguém que viaja bastante? Nem sempre está no escritório e é lhe útil consultar em qualquer lado e a qualquer altura o software? Os SAAS permitem-no. Uma vez que são aplicações web é possível aceder às mesmas em qualquer dispositivo com internet. Para além dos computadores, também os dispositivos mobile são contemplados pelos fornecedores deste tipo de serviço, disponibilizando versões optimizadas para smartphones ou tablets. Se optar por um software desktop terá que ter consigo o computador portátil. Muitas vezes durante uma reunião ou um almoço de negócios não é de todo prático ligar o computador para aceder ao software.


Que empresas podem usar Software As A Service?

Todas. Qualquer empresa pode usar SAAS. Desde que ele se adeque às suas necessidades deve equacionar essa possibilidade.


Existem empresas portuguesas a fazê-lo?

Existem várias empresas portuguesas a fazer SAAS e bem. Actualmente já existem vários produtos bem sucedidos a operar neste mercado. O mercado nacional é ainda pequeno e muitas delas para crescerem têm apostado na internacionalização dos seus produtos. Hoje podemos cruzar-nos com um artigo internacional a falar de um SAAS bem construído e ele ser português. Existem várias pequenas empresas cujo corebusiness é a produção de SAAS.


Que tipo de aplicações SAAS existem?

Como já foi dito existem várias áreas onde podemos encontrar SAAS. Os modelos mais conhecidos e mais populares são as aplicações de email. Dado o seu número de utilizadores é a forma mais massiva de se ter contacto com esta filosofia. Para além das aplicações de email existe SAAS a ser utilizado como software de facturação, gestão de projectos, CRM (Customer Relationship Manager), gestão de recursos humanos ou gestão de stocks. Perante tanta variedade pode ser defícil escolher quais as áreas em que se deve apostar. Para isso nada como recorrer aos perídos de testes das aplicações para as conhecer melhor e avaliar a eficácia delas para as tarefas que são necessárias.
 

SalesForce
 

Conclusão

SAAS é a disponibilização de software em ambiente web. São aplicações disponíveis na internet e que dão prevalência à simplicidade e à mobilidade. Os custos são regra geral reduzidos e permite-lhe ter uma aplicação constantemente actualizada e instalada sem que para isso tenha que adquirir hardware. Se duvidar da segurança dos seus dados que estão armazenados remotamente nada como experimentar as aplicações. Hoje cada vez mais se pretendem reduzir custos e a vida das empresas e dos seus colaboradores deve estar focada naquilo que é essencial para o negócio. Estar a dispender recursos e tempo para manter as aplicações instaladas nos computadores pode não ser uma boa opção. Empresas como a Coca-Cola ou a McDonalds utilizam SAAS e são hoje casos de sucesso no recurso a este paradigma. Fornecedores como a SalesForce estão a fazer um trabalho árduo na divulgação e promoção desta forma de comercializar e disponibilizar software.

Muitas das vezes a disponibilização de dados remotamente pode constituir um entrave à mudança. Para isso pese as vantagens e as desvantagens. Peça demonstrações in loco para poder avaliar os riscos, só assim será capaz de decidir em consciência. A Web é um mundo e cada vez mais as grandes empresas apostam nele. A passagem das aplicações para o universo da Cloud trará enormes oportunidades. O futuro já está a acontecer hoje.  

Sobre o Autor
Author Image
Densinet - Produção de conteúdo e gestão de sites web.
Website:
Pode deixar um comentário, ou responder no seu blog.

Deixe a sua opinião